terça-feira, maio 31, 2005

Pelo SIM à Constituição Europeia!

Confesso que não sou uma fanática europeísta, sobretudo por uma questão de Guerra e Paz. Só a União Europeia nos fez esquecer que Aushwitz foi há 60 anos.
As razões históricas são, para mim, mais do que suficientes para dizer SIM à União Europeia. Quando um Continente que sempre esteve marcado por Guerras se transforma num espaço livre circulação de pessoas e bens, há pouco mais a discutir. Mas a realidade é, infelizmente, outra. E a Constituição Europeia transformou-se no maior lixo de argumentos para pôr em causa tudo o que se passa no seio da União a 25. O Não pode ter consequências desastrosas no processo de alargamento e eu quero que o Leste deixe de ser olhado como um região muito distante, como se fosse um horroso país na profunda África abandonada.Peço, assim, aos políticos que me convençam. Mas sei que não vai ser fácil. O Não francês somado ao Não holandês é explosivo. No entanto, espero apenas que nada ponha em causa o futuro da Europa que antes de mais deve ser unida e não destroçada por interesses que apenas convêm aos que tencionam apenas destruir um documento essencial na vida política e social a 25.
Votarei, por isso, SIM no referendo de Outubro! Não pelos fundos comunitários - também parte essencial da aprovação europeia - mas por uma convicção pessoal de que, cada vez mais, no mundo globalizado em que vivemos, é essencial a união dos povos da UE.
E vocês, que votam? Sim? Não?
Aguardo comentários e discussão!

10 comentários:

Joao Damasceno disse...

O NÂO françês ao projecto constitucional europeu, foi um balde de água fria para todos aqueles que acreditam numa União Europeia unida e sem "guerrilhas" no seu seio. Eu acredito nesta União, e acho que devemos nos juntar todos e votar SIM.
Este Não só veio trazer ao de cima a falta de conhecimento sobre realmente o funcionamento da Uniao. o que foi chumbado alí foi a política interna da frança.
Para que não se passe o mesmo em Portugal, os políticos têm o dever de lançar urgentemente um debate acerca deste assunto...porque a maioria das pessoas não sabe nem sequer da existência deste projecto. é preciso arregaçar as mangas e dizer ao povo o quanto a união é importante para nós, não só a nivel dos fundos, mas também a nível político.
Se este Não se arrastar como já se prevê na Holanda, a união vai sofrer um golpe profundo e a recuperação vai ser muito dolorosa e longa. Quem vai beneficiar com isto é os EUA. E porquê?
porque a união já começa a ter um papel político importante e reconhecido mundialmente, com este não, a sua visibilidade caí e lá vamos nós para terceiro plano.
Vamos todos por isso votar SIM.

Ginga disse...

sim ou nao? nao sei. o projecto europeu merece e deve avançar, pelo seu ideal e pela sua origem. quantos é que sabem a que se deve esta União?O que é que ela conseguiu para a Europa e os seus povos pela primeira vez na história?50 anos sem guerra!só por isto o Sim é deveria ser certo.Em França o Não foi p o governo e nao p o Tratado que aprova a constituição. Na HOlanda, foi a primeira vez que houve um referendo, enem sequer é vinculativo, e o parlamento vai ratificar o tratado na mesma. Hoje a Letónia já o ratificou. quem tá fora quer entrar, quem tá dentro, se não quer sair, nao quer pelo menos deixar entrar mais ninguem. Os ricos nao querem pagar mais, os pobres e esbanjadores (nós) não querem parar de receber.
E afinal o que diz a Constituição? Ganhamos? Perdemos? enquanto nação singular ou como um todo europeu? Eu ainda não me decidi, mas é tempo de aproximar bruxelas de todos e que melhor coisa que uma severa crise para finalmente entedermos o que se passa? é esperar para ver.

Sónia disse...

Pois é Aninha! Para mim o voto é negativo! Sabes que a França tem um dos regimes políticos mais transparentes da Europa, onde tudo é dado a conhecer aos cidadão? Pois é e se eles votaram contra por alguma coisa há-de ser. Além disso porque votaria eu numa constituição a qual nunca foi dada a conhecer? Tu já les-te o projecto? Sabes onde o podes consultar? É que se souberes avisa! É muito mau estarem a pedir que votemos numa coisa que a população não conhece e onde ninguém nos consegue esclarecer. E acho que muito mau tom colocarem a o referendo no mesmo dia das autarquicas fazendo com que as pessoas votem naquilo que os seus partidos querem. Isto chama-se claramente: Tapar os olhos ao zé povinho!

Joao Damasceno disse...

Pois é sónia...um jornalista que se preze não espera que as coisas venham ter com ele...pelo contrário, o jornalista vai atrás das coisas.
Por isso não entendo como é que não sabes onde podes consultar o tratado. Basta ires ao site da União Europeia e "voilá". Se quizeres podes ir a qualquer posto de informação da União Europeia e lá está uma versão em papel do projecto... grátis...ao alcaçe de todos.
Se as pessoas não se interessam por conhecer este projecto...é que não querem... porque a informação existe, e está ao alcaçe de todos...até nas bibliotecas.
Agora uma coisa é certa, o debate já deveria ter começado há muito tempo...mas os nossos políticos não estão com "tempo". O défice vem primeiro...

Sónia disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Sónia disse...

Bem Joãozinho! O que eu me estava a referir e que acho que ficou bem explícito na mensagem é o facto de que o leigo, cidadão comum não tem essa informação. E acho muito mal estares a dizer que se as pessoas não sabem é porque não querem. Não as devias subestimar. Aliás lembras-te da entrada do euro em Portugal? Quantas vezes não viste os famosos anúncios na tv a explicar às pessoas o que era, o porquê o valor? E agora vês? Coloquei as coisas desse ponto de vista e por isso referi a mim enquanto leigo e não jornalista. Jornalista que se preze procura e encontra e quem te disse que eu não me prezo? Acho que este pessoal gosta muito de atacar os outros sem olhar para o que está realmente escrito. Bem sabes que jornalista que se preze tb sabe que há diferentes interpretações do que se escreve mas pelos vistos esqueceste-te disso! Prefiro fazer de conta que nem escreveste isso para continuar a achar que és a mesma pessoa humilde como te conheci e sem se fazer mais esperta que os outros!
Felizmente no final da tua mensagem lá caíste na realidade e por pura interpretação ou sorte reparaste que o que faltava era a discussão pública, que era mesmo a isso que me referia, qdo disse que as pessoas não sabem do que se trata a constituição. Em França eles fizeram-no durante vários meses e levaram a informação a todos os cantos. Aqui isso não está nem vai acontecer.
Respeito a tua posição, o teu sim, mas tb não é a insinuares que os outros não merecem o cargo que têm e que são mal informados que os vais convencer da tua posição. Respeito o teu SIM como espero que respeites o meu NÃO! Cá tenho as minhas razões e acredita que já analisei ao promenor todos os pontos do projecto. Não o estou a dizer sem conhecimento de causa!

Joao Damasceno disse...

"mas tb não é a insinuares que os outros não merecem o cargo que têm"
Olá Sónia, qdo escrevi aquela mensagem, não estava, nem nunca foi o meu propósito, fazer qualquer insinuação a respeito do cargo que exerces. Se o tens foi por merito teu...eu não discuto isso...apenas queria dizer que a informação existe e está disponível para toda a gente (...)Quando me referi pensava que não sabias ainda do projecto (...) Se te ofendi...desculpa, não foi a minha intenção...nem tenho inveja do sucesso dos outros como insinuas na frase que trancrevo no início.
Sou e sempre serei uma pessoa humilde...nunca me pus acima dos outros...não preciso...eu sei qual é o meu lugar.

Anónimo disse...

Pois joao o que tu chamas de espaço de reflexao... eu?! chamao de mesquenhice!!! ou esta porcaria de uns estarem a substimar os outros é aquilo que tu chamas reflexao????

Sónia disse...

Bem pessoal! Vamos lá parar com estas discussões e estes ataques de uma vez. Só quero que o joãozinho saiba que eu não disse que ele tinha inveja de ninguém e não percebo de onde é que tirou ele essa ideia! Uma coisa eu sei, mato-me de trabalhar e quase não tenho tempo para estudar, e provavelmente tenho dos ordenados mais baixos da turma. Por isso não acho que alguém tenha que ter inveja do que quer que seja muito menos de mim. Eu nunca pensaria uma coisa dessa! Agora vejam lá se têm juízo! E de facto Joãozinho tu sabes que aquilo que escreveste não estava certo e que não estavas a ser justo, por isso é que esperaste uma resposta minha!
Beijocas para todos

Joao Damasceno disse...

Não quero entrar em conflitos com ninguem, muito menos ctg sónia.
Já pedi desculpa se te ofendi... e já agora não tenho inveja de ninguem...
Admito que errei na forma como escrevi... e peço desculpa por isso.
Jinhos Sónia

E já agora para a pessoa anónima...eu nunca subestimei ninguem...