domingo, dezembro 04, 2005

Os poderes de Cavaco

Não foi por acaso que Cavaco Silva sentiu a necessidade de repetir várias vezes que conhecia bem os poderes presidenciais. Cavaco teve que dizer que conhecia, entendia, respeitava e não queira alterar os poderes do Presidente. E fê-lo porque é assim que pensa (e sempre pensou) mas também para explicar a alguns dos seus apoiantes que as presidenciais não são a segunda volta das legislativas.
Os portugueses têm uma capacidade absurda de depositar todas as esperanças nas eleições seguintes. É interessante como louvor à democracia, mas é perigoso porque nem todas as eleições tê os mesmo objectivo. As legislativas, as europeias, as autárquicas e as presidenciais têm objectivos claramente diferentes. E, se já foi ridículo ouvir pedidos de demissão do governo na noite das autárquicas, continua a ser ridículo pensar que o próximo Presidente vai governar o País. Não vai nem quer, seja ele Cavaco, Soares ou Alegre. Cavaco sentiu necessidade de dar esta explicação porque muitos dos seus apoiantes têm aspergido as massas a teoria dos super-poderes presidenciais. E apoiam-se em três factos e um desejo:
a) O País vive uma profunda crise. b) Cavaco é que dava um bom primeiro-ministro. c) Jorge Sampaio criou um precedente quando dissolveu o Parlamento. d) Cavaco vai dissolver o Parlamento, correr com Marques Mendes e fazer de António Borges ou Dias Loureiro primeiro-ministro.O raciocínio está todo errado:
a) A crise que o País vive é profunda mas não depende de um regime presidencialista. b) Cavaco não quer governar, quer presidir. c) Cavaco teria feito o mesmo que Sampaio (e mais cedo). d) Cavaco sempre defendeu as maiorias absolutas e a estabilidade (muito mais que Sampaio ou Soares).Concluindo, os poderes que Cavaco quer são os que já lá estão. Nem mais nem menos. E era isso o País precisava de ouvir.

Temos, assim, uma eleições presidenciais e não vamos assistir a nenhuma mudança de regime.

P.S. - Lamento se divago na «politiquice» do noss País...mas o blogue parece abandonado... Vão dando notícias... Beijinhos e abraços a todos!

Sem comentários: