quinta-feira, agosto 09, 2007

O estúpido embargo até amanhã às sete da manha!

Em pleno Verão as notícias são uma raridade. Não é que este ano seja um ano igual aos outros. Não é. Só pelas directas do PSD, pela guerra no BCP e pela «silly season» de Agosto, jornais, rádios e televisões já têm com que se entreter. Mas, a verdade, é que o «caso Maddie» volta à actualidade mediática.
Não sabemos, porém, se de forma propositada para não fazer cair o assunto em saco roto, se de facto pela evolução das investigações. Ao fim de três meses, sabemos agora que a PJ passou da tese do rapto para a tese do homicídio. Perante as novas informações de que dispomos, ficamos, porém, na mesma. A PJ sabe bem o que faz e certamente está a distrair a imprensa, britânica e portuguesa, da verdadeira natureza do caso. Quem conhece os meandros das investigações à «CSI portuguesa» sabe perfeitamente o quão importante é afastar os jornalistas do real rumo da eventual verdade do caso.
Mas o chocante é a forma como os pais da pequena Maddie estão a comportar-se. Todo e qualquer humano compreende o sofrimento de um pai e uma mãe que perde a filha nas circunstâncias conhecidas. Não podemos perceber totalmente, mas imaginamos. Mas, desde o início, que Kate e Jerry, agiram de forma bastante inteligente (e experiente, diria) com a comunicação social. Tarefa inimaginável de suportar para qualquer pai e mãe. O que se estranha é que, perante a tremenda ajuda que os media portuguesa têm dado a este acontecimento, o casal britânico queira (agora e somente a partir de agora) falar para a imprensa inglesa. O embargo aos órgaos portugueses — conhecido esta manhã — da entrevista que Kate e Jery darão esta tarde aos jornalistas britânicos e que só terminará amanhã às sete da manhã é revoltante.
O pano dos MacCann começa a cair. Esperemos que não descambe para um final trágico. Todos nós esperamos que Maddie esteja viva, apesar de as hipóteses serem escassas. Para o bem da menina e para o bem dos seus pais. A arrogância e a mediatização que estão a ter estes médicos começa a ser revoltante.

2 comentários:

Ginga disse...

Qual embargo?
Não veêm logo que a míuda fugiu para a apanha do mexilhão na baía de Albufeira?

Ana Clara disse...

eh eh eh eh
só tu gingalhao